quinta-feira, 16 de junho de 2011

Empate deixa o Santos a uma vitória do título

O jogo foi duríssimo, mas o Santos suportou a pressão do Peñarol e conseguiu a pequena vantagem de jogar em casa por uma simples vitória. O jogo foi tecnicamente fraco, com poucas jogadas agudas, e com mais empenho de ambas as equipes do que futebol. Foi assim que o Peñarol jogou, inflamado por sua grande torcida o time uruguaio foi pra cima do Santos apenas na vontade, não conseguindo ter o domínio do jogo, e tendo pouquíssimas oportunidades de gol. O lance mais perigoso a favor do Peñarol aconteceu já no final do primeiro tempo, quando o atacante recebeu uma bola na frente do gol, e tentou encobrir o goleiro jogando por cima do gol santista. Já o Santos, conseguiu se defender bem, e teve no segundo tempo uma grande chance desperdiçada por Zé Eduardo, talvez o principal lance do Santos na partida, onde ele recebeu na frente do gol e finalizou, mas o goleiro uruguaio fez uma grande defesa. No jogo ainda teve um lance polêmico, quando já no final da partida o Peñarol conseguiu fazer o gol, mas o bandeirinha corretamente anulou, gerando muita revolta por parte dos uruguaios. O jogo se resumiu a isso, o Peñarol jogando motivado por sua torcida, sem muita organização táctica, e o Santos se defendendo, em alguns momentos chegando a frente, mas sem grandes chances. O Santos depois do empate jogará em casa na próxima semana, com a missão de vencer por um placar simples para conseguir o título da Libertadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário